quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Comecei o dia de ontem fazendo a cauterização de uma verruga (sim, uma verruga. Mal eu me livro de um cisto no rosto eu me deparo com uma verruga!!). Sempre soube que o procedimento queimava a verruga, mas nunca soube que era por meio de uma descarga elétrica! Achei surreal ter que segurar uma chapa metálica que funcionaria como fio terra me imaginando ser eletrocutado a qualquer momento.

Como se não me bastasse isso...

... um cara na rua, durante meu horário de almoço foi apontar uma indicação de endereço com a mão para o outro, que perguntava por uma rua. Ele não me viu passando ao lado dele. Tinha um rolo de cano conduíte na mão e bateu o rolo com tanta força na minha boca que rasgou o meu beiço e prendeu sangue no meu lábio. Great.

Como se não me bastasse isso...

... eu tive uma queda de pressão no trabalho. À noite tinha oficina de jornalismo esportivo com o Tiago Leifert (na qual eu iria trabalhar. Ele é a simpatia em pessoa) e tive que me manter "são". A pressão aos poucos voltou ao normal, mas deu lugar para a febre. A febre me acompanhou até esta manhã e, por sua vez, deu lugar à fraqueza e à tontura. Estou trabalhando de casa.

Algo mais pra acontecer??

Um comentário:

karen disse...

mas que bosta! hahahahahahaha