quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Eu na cama

Será que eu to pronto pra encarar uma nova série de tentativas de knock-outs pra me manter feliz???

Claro que eu to pronto, eu sempre tô....

------------

To num dia destruído, morreeeeeeeendo de sono-pós-bar/balada/jogação. Tudo bem que foi ótimo (eu adorei redescobrir o calor carioca, hehehehe) mas quero mesmo é a minha velha cama de volta. Eu durmo na mesma cama desde uns 3 anos de idade, só troquei o colchão. Isso é meio vergonhoso, eu sei, ela é barulhenta, feia e velha.

Mas é a minha cama.

E ano que vem tudo indica que eu passarei a dormir em outra cama (já que não vou conseguir tirar a minha de casa, óbvio). Como é que vai ser hein? Eu normalmente estranho outras camas... Não quando vou dormir com sono, pq aí não há cama que me acorde, mas em dias usuais eu sinto umas diferenças sim, não tem nada como a minha velha e batida cama. E eu terei que dizer adeus a ela, pobrezinha... me acompanhou durante tantas noites de sono, noites sem sono, urinadas infantis, poluções noturnas, masturbações juvenis (algumas não tão juvenis, admito), leituras de livros, sessões de filmes... tanta coisa. São mais de 20 anos!!

Só não me acompanhou durante muitas noites de sexo, porque é uma beliche velha. Além de bater a cabeça na cama de cima com qualquer movimento mais brusco que eu fizesse, eu provavelmente cairia no chão, já que o estrado dela não aguenta mais muita coisa.

Um comentário:

thiii disse...

eu quero uma de casal há tempos.
ia até fazer uma rifa para comprar, e quem ganhasse a rifa iria poder dormir comigo uma noite.
acho que agora não posso mais fazer isso né? será que é brecha?